Rio Rural Voo Livre O seu Espaço Na Zona Oeste

Qual Parapente?
O Que Você Leva Em Conta Ao Comprar Seu Parapente?
Preço
Performances
Facilidades De Pagamento
Indicações De Amigos
Confiança No Instrutor
Marcas Campeãs
Pesquisas Marcas Na Net
Ver Resultados

Rating: 3.3/5 (283 votos)




ONLINE
1





Partilhe este Site...

 

 vfhh vfret nhybghjfkjiu

grelp


Manutenção De parapentes
Manutenção De parapentes

Revisão de Parapente No Rio de janeiro.

 gfh

No Brasil, Na cidade do Rio De janeiro,Temos O mais novo espaço Para você Piloto, Realizar toda a Manutenção e inspeção do seu Equipamento, por exemplo, exigências de clubes de vôo e a consciência dos instrutores e pilotos, fazem com que checar seu equipamento, seja uma pratica comum.

Na realidade, pouco se conhece sobre o assunto revisão, no Brasil e, alguns mitos circulam nossas rampas e acabam virando a referência, em termos de Vida útil do parapente, muito se fala sobre a porosidade da vela, como se este fosse o fator determinante do estado geral de um parapente, enquanto o estado das linhas, que são o gabarito, talvez com maior importância de uma vela, pouco se comenta.

tempo de vida:


Tecido poroso ou deformado demais, linhas deformadas, modificando pouco a pouco a geometria original do equipamento, assim como um comportamento estranho na vela, são pequenos sinais de que há algum problema no equipamento e que precisa ser verificado.
As linhas de um parapente, por exemplo, são iguais aos pneus de um carro: precisam ser trocadas regularmente. Uma vela mal cuidada pode ter a sua duração de vida reduzida pela metade.
Cuidado para não confundir porosidade e capacidade de vôo: a deformação da estrutura ou a diminuição da resistência do tecido, pode ser causa de dispensa para um equipamento ainda impermeável.

as

Intervalo para revisão:



É recomendável, para quem voa regularmente, uma revisão a cada 100 horas ou seis meses. Se voar pouco, ainda assim, um controle por ano, já que o material se desgasta mesmo se não for usado. É imprescindível fazer um controle depois de um acidente (ex: arborizar). 
Não abra mão da primeira revisão anual, mesmo com poucas horas de vôo, pAois ela validará a garantia de seu equipamento e detectará, talvez, um leve defeito não constatado pelo fabricante no vôo teste, antes da entrega.

 

Sinais indicando a necessidade de realizar um controle:


Preste atenção em alguns sinais que podem mostrar a necessidade de uma revisão em seu equipamento:
1) Inflagem lenta;
2) Perda de homogeneidade ao inflar;
3) Pontos danificados aparentes;
4) Sensação de lentidão, em posição de velocidade máxima;
5) Respostas negativas as inflagens;
6) Reações lentas aos comandos; etc.

 

 

Dica:

Para testar tudo isso, não tem nada melhor que uma série de inflagens em terreno plano, sem vento, para pôr em evidência esses problemas.

 

Estimar visualmente o estado de uma vela usada:

Não se pode constatar problemas - muitas vezes sérios - no equipamento, sem uma revisão completa: apenas testes (rompimento de linha, rachadura do tecido e inspeções periódicas) são eficientes, se realizados por equipe qualificada.

 bh

Cor:

 

Nem todas as cores envelhecem da mesma forma. Os fabricantes indicam para cada cor os valores de resistência aos UV (ultravioleta).

 

Tecidos:

FALAR SOBRE OS TECIDOS!!!

 

Linhas:


Os materiais mais conhecidos são o kevlar, dyneema e technora. O dyneema parece envelhecer melhor e ter melhor resistência, porém encolhe de forma não uniforme. Os construtores não o utilizam mais para linhas baixas e médias, para as quais preferem utilizar kevlar, que não muda de tamanho, mas envelhece mais e é sensível à umidade e torções. O dyneema...

 

 

Para uma inspeção/revisão de seu equipamento, basta seguir estes passos:

 

1° optar por uma revisão simples ou revisão completa;
2° preencher corretamente a ficha de inspeção, com nome, endereço, telefones, e-mail e números da documentação necessária (CPF e RG) para retorno de postagem.

 

Prazo de devolução de equipamentos

:
Dependerá do serviço a ser realizado e do que estará danificado, bem como do fluxo de serviço.Nossa proposta é trabalhar com calma e atentos aos detalhes.Uma revisão adequada demanda tempo, uma revisão completa, por exemplo, são cerca de seis horas de trabalho! Normalmente, dentro de uma semana seu equipamento estará sendo enviado.
Obs: qualquer problema que possa haver com postagens ou sobre o equipamento, o proprietário estará sendo comunicado o mais breve possível.

 

Inspeção/revisão simples:

 

Indicada para pessoas que voam com pouca freqüência, mas principalmente, para voadores que tenham plena certeza do estado geral de sua vela e os pontos que devem ser reparados/recuperados.
Dentro desta inspeção/revisão, estão incluídos os seguintes serviços:
1) Inspeção visual de tecidos e linhas;
2) Teste de porosidade de tecidos (extradorso e intradorso);
3) Teste de resistência de tecidos (extradorso e intradorso);
4) Troca de linhas de freio (opcional) e;
5) Laudo de garantia de revisão.

 

Inspeção/revisão completa:

 

Indicada para pessoas que voam freqüentemente, em qualquer condição, e/ou que queiram manter periodicamente seu equipamento em total segurança
Dentro desta inspeção/revisão, estão incluídos os seguintes serviços:
1) Inspeção visual de tecidos e linhas;
2) Inspeção de linhas e possíveis pontos danificados;
3) Teste de rompimento de linhas, onde são estouradas três linhas, para aferimento de cargas aplicadas.
4) Medição do comprimento das linhas, segundo o fabricante, Acom carga de peso aplicada.
5) Simetria;
6) Teste de porosidade de tecidos (extradorso e intradorso);
7) Teste de resistência de tecidos (extradorso e intradorso);
8) Inspeção de costuras (linhas e tecidos);
9) Inspeção do bordo de ataque (mailar e costuras) e bordo de fuga (fita protetora);
10) Painéis do intradorso;
11) Painéis do extradorso;
10) inspeção de nervuras (tecidos do perfil, resistência, colth e costuras);
11) troca de linhas de freio;
12) teste de inflagem e;
13) laudo de garantia de revisão.

 

topo